quinta-feira, 4 de abril de 2013

“Levar tudo à frente”

A capacidade de adaptação do ser humano é de facto um dos grandes mistérios e talvez por isso “alguns” digam que é possível “aguentar” sempre um pouco mais e viver sempre com muito menos…
Pode até parecer que me estou a dirigir a alguém em concreto, porque, em pleno desespero de causa, assumiu a vida miserável à qual parece condenado e prescindiu do direito ao anonimato escrevendo uma carta ao provador de justiça e disso dando conhecimento a órgãos da comunicação social, mas não estou... 
Tal como não pensei “noutros”, potencialmente saudosistas do tempo em que ser-lhes-ia permitido traficar escravos, se assim o entendessem, e como tal defendem que em Portugal, menos de quinhentos euros por oito horas diárias é salário elevado e pouco competitivo.
Até poderia estar a pensar naqueles em relação aos quais, apesar da crise, se obrigam a levar o País e o Mundo para a frente, sacrificando-se diariamente por fomentar o comércio, evitando a insolvência de hotéis, restaurantes e marcas de renome, os mesmos que acreditam que ao comum dos mortais lhe é permitido gastar € 20,00 numa simples refeição.
Também nunca me passou pelo espírito o aumento do número de sem abrigo, que em plena luz do dia deambulam pelos caixotes do lixo de Lisboa, tal como não pensei no desempregado de quarenta anos que jamais voltará a conseguir emprego, ou que o conseguindo terá sempre de entregar a casa ao banco, deixar de ter carro e passar a viver num quarto arrendado a dividir com mais pessoas em nome da boa competitividade do País.
Mas não, também não é essa a mensagem.
O ser humano tem de facto uma capacidade extraordinária e deve fazer por ter Fé, não nos homens, mas em si mesmo e, sobretudo, nunca deixar de lutar, nunca “baixar os braços” e fazer por “levar tudo à frente” como força da natureza que é.

4 comentários:


  1. Sam, estou feliz! Voltaste!

    Eu sou a velha acácia rubra. Fechei o blogue e reabri este. No fundo, tendo por base o que expões no teu texto. Necessidade de "nunca “baixar os braços” e fazer por “levar tudo à frente” ".

    Deixei na resposta ao teu comentário, lá no 'Quem és....?' um mimo para ti.

    Beijinho

    Laura

    ResponderEliminar
  2. Eu vi… ;)
    É muito bom estar de volta, pelo menos assim o espero, vontade de escrever tenho e é óptimo vos reencontrar e melhor ainda ter o gosto de uma tão calorosa mensagem.
    Grande beijinho Laura

    ResponderEliminar
  3. Estou muito feliz por te ver de novo no activo :)
    Matéria para escreveres não te vai faltar.


    beijinho

    ResponderEliminar