segunda-feira, 16 de abril de 2012

"Uma Imagem por um texto": Acácia Rubra




- Está uma manhã bonita, não está? – Observou Pedro, enquanto prepara a mesa para o pequeno almoço   Nestes dias, o trabalho com o jardim compensa sempre…
Joana sorri – sim, o meu trabalho compensa sempre…
Pedro responde com um sorriso cúmplice.
O sol da manhã atravessa o pequeno jardim, ilumina-o e dá-lhe um conforto que lhes é afeito. A tradição de tomar o pequeno-almoço "fora de portas", existia desde sempre.
Os sons da natureza, qual orquestra afinada, em tons ligeiros, belos e relaxantes, é a banda sonora de um espaço verde, colorido e repleto de cheiros familiares.
Um miúdo de sorriso bem traquinas, atravessa a cozinha e corre para junto do pai. Pára, ao observar um pequeno exercito de formigas a encobrir uma abelha morta.
- Pai, pai – grita com tristeza na voz.

- Jorge, como sabes, na natureza, nada se perde, tudo se transforma, como por magia, qual milagre, não há desperdícios, apenas formas de vida a gerar e sustentar outras, numa constante renovação.
Recordo-me - continua, pausa na voz, uma voz quente e jovem - Eu teria pouco mais do que a tua idade e os teus avós levaram-me a passear no campo. Na memória ficou uma bela imagem de cogumelos, quais frutos, a sair de um resto de tronco. O avô chamou-lhes parasitas necrófagos, seres que se alimentam da desgraça alheia, sem ter que lutar ou revelar grande esforço…

- Como a fábula da cigarra e da formiga?
- Exactamente como a fábula…
- Recordo-me da avó sorrir, fazer uma careta, para logo de seguida referir que a grandeza está no aproveitamento de recursos. Um tubarão que se alimenta de restos da carcaça de uma baleia já morta, assim como os microorganismos que acabam por a consumir, que aniquilam a putrefacção e acabam por representar pequenos “ecopontos” vivos da mãe natureza.
- Como quando vamos ao vidrão?
- De certa forma, sim. Não te sei dizer se os cogumelos, que se instalaram nos restos do que em tempos tinha sido uma árvore, e dela se alimentavam, seriam, ou não, comestíveis… mas independentemente disso, uma forma de vida já extinta, permitiu o surgimento de outra e a sua subsistência…
- Mas não tens pena da abelhinha?
- Se tivesse viva, teria, mas sabes, a natureza, por vezes, aos nossos olhos, até pode parecer cruel… mas todos os seres servem, por vezes mesmo sem o saber, um propósito superior, e a vida é feita disso mesmo... de pequenos milagres.
- Pai, levas-me ao campo?

Imagem escolhida por Acácia Rubra, do blogue Rubra Acácia.

44 comentários:

  1. Uma forma linda de falar de coisas bem sérias...
    E bem necessária é a sua compreensão desde tenra idade.

    ResponderEliminar
  2. Não há como não gostar do texto e quanto à fábula da cigarra e da formiga, lembro-me de fazer a minha avó repeti-la vezes sem conta... Anos mais tarde, ouvi alguém chamar parva à formiga por não saber aproveitar a vida e elogiar a vida da cigarra... Os tempos mudam, vai-se matando o campo com lixo, alcatrão e cimento e nem as fábulas escapam ;)

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isa, a vida é assim mesmo, e a cigarra até tem o seu encanto…
      Grande beijinho e bom fim de semana

      Eliminar
  3. Sam

    Eu sabia! Em GRANDE este TEXTO!

    A partir de uma fotografia, uma lição tão naturalmente dada como tudo é natural na Natureza. E que belo livro ela é !

    Obrigada, estou muito vaidosa por fazer parte da história deste teu blogue.

    Com carinho, um beijo

    Laura

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Laura, fico muito contente que esteja do teu agrado, foi uma foto difícil (risos), bonita mas difícil…
      Grande beijinho e um óptimo fim de semana

      Eliminar
  4. estava a ler e a deliciar-me pois acho que conversas destas fazem tanta falta nos dias de hoje ás nossas crianças, como a transmissão de valores os ensinamentos da natureza...enfim...
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigado, sou dos que defende que os pequenos devem ser “desafiados”,
      Bjos.

      Eliminar
  5. Esta é uma das razões para desejar ter os meus netos comigo em ambiente rural.
    Depois do almoço e em tempo de férias partimos para a descoberta de caminhos cheios de histórias para contar. Até os seixos bem redondinhos encontrados no caminho são motivos de conversa ao imaginarmos a sua hipotética idade.

    Adorei a história dos cogumelos e não só.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes,
      Isso para mim é “felicidade”,
      Tem um óptimo fim de semana

      Eliminar
  6. Uma excelente ligação entre a foto e o texto!

    Um abraço deixo

    ResponderEliminar
  7. Gostei da ligação entre imagem e texto e da lição que está subjacente à história.

    ResponderEliminar
  8. Sam, boa noite!
    A partir de uma foto, um texto lindamente escrito, adorei!

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana,
      Obrigado, não tenho talento para contos e achei que podia tentar transmitir algo,
      Bjos e um excelente fim de semana

      Eliminar
  9. Senti vontade de te oferecer o calor do sol e o brilho das estrelas.
    Mas pensando bem, prefiro agradecer tua amizade e dizer que você é meu presente,
    um ser iluminado que consegue trazer ao meu mundo grande carismae alegrias.
    Você realmente representa a palavra " AMIZADE " É belissimo ter vc comigo !
    Seu carinho e sua amizade me faz muito bem.
    Muitas bençãos e vitórias pra você nessa semana.
    Que Deus guie seu caminho hoje e sempre.
    Carinhosamente te desejo uma semana de paz e na luz.
    Beijos no coração.
    Evanir.
    Feliz em encontrar a amiga ,Ana Martins .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Evanir, o amigo agradece... (risos) Bom fim de semana

      Eliminar
  10. Lavoisier. A Natureza não faz as coisas por acaso. Tudo tem um motivo para acontecer, existe um equilíbrio, a harmonia.
    A propósito dos cogumelos, vim a saber que agora já existe um quarto reino, o dos fungos...

    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Abraço Firehead, obrigado e bom fim de semana

      Eliminar
  11. Na Natureza nada se perde, nada se cria.....
    Boa semana!!

    ResponderEliminar
  12. Li o texto e ia comentar "Na Natureza nada se perde, tudo se transforma..." e não é que o comentário acima é quase igual?!?

    Os cogumelos, nos campos, são um perigo: é preciso conhecer muito bem as espécies existentes, porque algumas são venenosas se ingeridas pelo Homem!

    Mas gostei do conjunto imagem texto! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Teté, sim, há que não arriscar, pessoalmente não sou conhecedor
      Bom fim de semana

      Eliminar
  13. a natureza com os seus animais...segue o seu curso assim como nós humanos seguimos o nosso....
    muito bom este texto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado estrela, assim é... bom fim de semana

      Eliminar
  14. Na natureza, nada se perde, tudo se transforma!
    Eis uma bela verdade. Leio isto e respiro de forma tranquila.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Marta, é verdade, Obrigado e bom fim de semana

      Eliminar
  15. Texto muito bem escrito, solto e fluido, pedagógico e encantador! Excelente resultado deste jogo criativo de palavras a nascerem de uma imagem...
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Justine,
      Obrigado, a ideia foi aproveitar a imagem para uma mensagem.
      Tem um excelente fim de semana
      Abraço

      Eliminar
  16. Sam,neste texto está mais uma prova dos teus dotes de escritor.
    Revelas um grande sentido de observação e ao mesmo tempo fazes uma reflexão sobre a vida que me emocionou.


    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Fê,
      És demasiado generosa… grande beijinho e obrigado

      Eliminar
  17. Concordo plenamente com a Fê. Não o comentaria melhor, Sam.

    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Parabéns Sam! O texto está fabuloso!
    Li, sorri e pensei :" Aqui está um belo texto para trabalhar com os meus alunos"
    Posso?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sandra, claro que podes, e fico a aguardar por uma imagem…
      Beijos e bom fim de semana

      Eliminar
  19. Obrigada pela visita e comentário Sam
    Gostei do conto , a vida é tão somente um milagre.E lindo tudo que nela produz.
    um abraço grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lis, Obrigado,abraço e bom fim de semana

      Eliminar
  20. Que dizer de tão perfeita combinação?
    Sim, pequenos milagres...é peciso é saber ver!
    Obrigada.
    BShell

    ResponderEliminar
  21. Gostei acima de tudo, you know me..., que tivesses a partir desta foto, evadido para uma texto tão distante do mero exposto e fruto da tua criatividade, escrevesses um texto muito giro :) Quando falei no tema do zero desperdício, não era bem isto, rsrsrs mas olha, que no fundo, vai dar ao mesmo. Se a natureza tão habilmente, renova, recicla e reaproveita, porque será que desperdiçamos tanto? Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão Eva, mas…
      Não tenho resposta à tua pergunta… vou pensar nisso…
      Grande beijinho e obrigado

      Eliminar